Eu não acredito em tampa da panela, ou na metade da laranja. Eu acredito em destino. Onde, uma semente, é plantada em ambos corações, e são regadas, e criam raízes. Isso, eu acredito em raízes, porque são fortes, e suportam todas as estações. Por mais que as folhas e os galhos estejam secos, quebrados, ela suga todas as energias guardadas para florir novamente. E assim, vejo o amor. Acredito que cada um tenha a sua semente. E essa semente vai crias raízes no coração, capaz de passar por tudo, pelas secas, pela neve, mas que ao final de cada dia, revigora, pois o amor é isso. É aprender errando. É chorar sorrindo. É cair levantando. É sonhar acordado. É aprender a regar cada dia, com mais carinho.
E nessa vida louca, cheia de turbulências, alguma vezes boas, outras ruins, nós vamos vivendo. E não adianta fugir. É um ciclo, a lei natural da vida. Quer um conselho? Viva cada dia intensamente, como se fosse único, e tente aproveitar cada aprendizado, casa sorriso. Leve consigo a felicidade. A tristeza, enrola, faz uma bolinha, e atira no lixo. Vai por mim, não se prenda aos obstáculos, se prenda ao que te completa, ao que, de alguma maneira, te faz aquele bem danado!